A Doçólotra Declarada

 

“Antes de conhecer a Doçólotra Declarada, meu café expresso era triste, amargo. Eu não sabia que Campos dos Goytacazes – RJ era a cidade dos doces, tampouco perambulava loucamente em busca daquele docinho genial. Com a Doçólatra, eu aprendi que doce não é culpa, é desejo. É cultura do requinte, da gentileza. Doce é amor!

Certa vez com a Doçólatra, divaguei: “doceria é lugar de casal, não é mesmo?”. E ela, doutrinando: “é lugar de casal feliz…”. Hoje eu sei o que é felicidade. s2″
Marido amado que vive de regime sem abrir mão da felicidade!

 

“Cada dia um doce diferente na geladeira. Era assim lá em casa. Pode ser coincidência, mas mamãe é nascida e criada na cidade do doce – cidade que cheira goiabada cascão – Campos dos Goytacazes-RJ. Acho que foi por isso, que ficamos assim: Doçólatras declarados! Acho que a vida fica mais feliz assim. Visitar o blog todo dia é passaporte para um dia mais doce =) Sucesso”.
Irmão caçula e viciado em Nutella e M&M’s.

 

“Trabalhei durante algum tempo com a Doçólatra Declarada, mas já foi o suficiente pra descobrir o quanto ela ama esse tal negócio chamado doce! A gente saía pra almoçar, às vezes sem saber qual restaurante iríamos, mas sempre com um lugar já definido pra comer o famoso docinho após almoço. E às vezes a gente até aproveitava pra levar uma coisinha já pensando no café da tarde!”
Leandro Mendes – amigo que adora um cafezinho com bolo.